Mantendo o foco

alvo
Por mais que a palavra “foco” nos soe como algo comum, é sempre bom relembrarmos o seu significado. Foco é: ter um objetivo, e, ao mesmo tempo, esforçar para manter-se nele. A Palavra de Deus é cheia de passagens que nos alertam e estimulam manter o foco naquilo que consideramos importantes de ser realizado em primeira mão. Em uma dessas passagens Cristo falou sobre a importância do foco em nossa vida espiritual, priorizando sempre aquilo que Deus espera de nós. Em Mateus 6.33 O Mestre nos orienta de forma clara que o Reino de Deus deve ser foco daquele que quer uma vida de bênçãos e conquistas: “Mas buscai em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas”. A recomendação aqui é muito simples. Somos orientados a dizer “SIM” ao Reino de Deus e “Não” para as coisas que gostamos, mas que podem nos atrapalhar. Muita gente pensa que ter foco é apenas escolher fazer determinada coisa, mas ter foco consiste em deixar de fazer muitas outras para se concentrar naquilo que deve ser prioridade em nossa vida. Dentro da visão bíblica o Reino de Deus deve ser prioridade de todos nós. Para assegurar que Deus não nos quer preocupados, desperdiçando nosso tempo precioso com coisas secundárias, como recompensa, Ele acrescenta em nossa vida aquilo que gostaríamos de ter. Muitas pessoas não conseguem sucesso na vida cristã e lançam a culpa por seus fracassos em diversos fatores, quando o que houve na verdade foi uma troca de valores. Elas buscam coisas paralelas, secundárias e até inúteis e esperam que Deus lhes acrescente todas as riquezas do Reino. Enquanto jogam fora todo tempo, esperam, em contrapartida que Deus lhes presenteie com capacitação, dons, entendimento, sabedoria, liderança e o poder que estão ligados ao Reino, quando o correto seria se esforçar pelo Reino e depois receber bênçãos terrenas.

O apóstolo Paulo também nos ensina sobre o foco no espiritual, ele diz: “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas, uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3:13-14). Por esse texto somos levados a compreender que tudo o que fica para trás, são as coisas que já abandonamos ou que deveríamos ter abandonado junto com o mundo. Pensamos erradamente que deixar para trás as coisas do mundo consiste tão somente de afastarmos de ações pecaminosas como: matar, roubar, beber, adulterar etc. Há porém, uma diversidade enorme de coisas que são lícitas porém prejudiciais, pois nos agarramos em demasia a elas. Quando a Bíblia se refere ao mundo não fala apenas daquilo que é pecado, fala também do que é ilusório supérfluo ou passageiro. Quando nos prendemos demasiadamente ao trabalho, às diversões, à tecnologia, aos amigos e até mesmo com nossos familiares, significa que estamos renovando os vínculos que quebramos com o mundo e aos poucos vamos perdendo o foco, nos entregando cada vez mais intensamente àquelas coisas que Deus gostaria que renegássemos e assim, vamos indo junto com elas.

Só há uma forma de se ter vida cristã bem sucedida e essa forma é tendo um foco vivo e contagiante em Deus e em fazer a sua vontade. Percebemos que muitas pessoas vivem se perdendo e se embaraçando em diversas coisas. Por mais que compreendam a importância de servir a Deus, elas sempre O deixam em segundo plano e não se preocupam em construir com Deus um amanhã onde Ele possa acrescentar suas ricas bênçãos. Essa postura de desprezo que demonstramos a Deus gera um grande prejuízo espiritual, pois é o Senhor a fonte que sustenta todas as necessidades humanas. Não adianta gastarmos todo tempo buscando somente aquilo que Ele já acrescenta naturalmente em nossas vidas, o correto é manter o foco, empenhando-nos em fazer sua vontade prioritária, deixando que Ele Próprio prepare as melhores oportunidades para conquistarmos as demais coisas.

Adeneir Sousa
Saber mais sobre o autor Clique aqui


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>