Vencendo a corrupção

corrupcao
Você sabia que apenas pelo fato de se tornar um crente em Jesus, muitos pensam que estão livres do erro e se acham perfeitos? É isso mesmo! Há pessoas que se julgam totalmente imunes a todo tipo de erros e falhas, o que por si, só já é um grande erro, veja o que João escreveu: “Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” ( I João 1:10). Na Cruz, o sacrifício vicário de Cristo, livrou-nos tão somente da lei do pecado que nos condenava à morte eterna; ela nos tornou livres do pecado, porém não nos fez livres de pecar ou cometer erros, assim sendo, estaremos sempre sujeitos a errar enquanto na terra vivermos. Mas, porque somos assim, tão vulneráveis ao pecado? A resposta para essa pergunta é simples: A Bíblia nos afirma que por mais que seja grande o nosso esforço, paralelamente, nosso corpo é corruptível (1 Co 15.53). O que é ter um corpo corruptível? Segundo nossos dicionários, a palavra corruptível está relacionada à tudo aquilo que se deteriora, se vende ou perde as suas características originais.

Calma! Não pense que a corrupção da carne é um grande mau, ou um vírus que atinge somente a você. Todos os homens da Bíblia, com exceção apenas de Cristo, também experimentaram ver seus corpos, que foram separados tão somente para a santidade, se rendendo aos desencantos do pecado. A Bíblia fala que o profeta Elias foi um homem sujeito às mesmas paixões que nós (Tg 5.17), ou seja, tinha um corpo que, vez por outra, também se entregava aos seus próprios desejos e vontades; fala também do apóstolo Paulo que em desabafo disse: ”O que não aprovo, isso eu faço e o que aprovo, isso não faço” (Rm 7.15). O fato é que, como disse Deus a Caim: “O pecado está ai, deitado na sua porta e contra ti, será o seu desejo, mas você deve dominá-lo” (Gn 4,7).

Mas como posso vencer a corrupção se meu corpo está sujeito a ela? Realmente, até o dia da transformação de nosso corpo de matéria física em elemento de glória, estaremos sempre sujeitos a todo tipo de corrupção, porém a corrupção não é algo invencível para aquele que tem conhecimento e o desejo de trilhar por um reto caminho. Ela, a corrupção não se apossa de nossa vida e nem implanta por si própria. Ela é convidada especial de nossos desejos. O perigo é muito sério, pois uma vez que a corrupção atinge a vida de uma pessoa, tira a sua capacidade de enxergar o erro cometido. É por isso que quase sempre, aquilo que nos favorece ou nos traz algum benefício, nos não enxergamos ou tratamos como pecado ou erro. durante meu tempo de fé tenho visto muita gente, que receberam dons preciosos de Deus ou que foram colocados em posições de honra, vendendo a própria dignidade a troco de lixo. Isso acontece por que a corrupção é a venda do corpo ao pecado e tudo aquilo que a gente vende, naturalmente perde o poder sobre.

Ora, se a corrupção é fruto de nossos desejos e ambições, então não é muito complicada a fórmula para vencê-la, basta um pouco de exercício espiritual para aprendermos anular nossas vontades e desejos. A corrupção somente acontece em nossa vida em negociação com naquilo que mais gostamos, preferimos ou precisamos. Acaba sendo um negocio fácil que fazemos com o mal, onde pegamos o que precisamos e como pagamento vendemos nossos valores, oferecendo nosso corpo ao pecado. Toda vontade carnal é um convite à corrupção, portanto devemos analisar os nossos sonhos, ambições, necessidades, paixões e desejos por que eles podem ser porta aberta para uma vida corrupta, com rótulo espiritual, mas muito distante de Deus (1 Jo 2.16).

Adeneir Sousa
Saber mais sobre o autor Clique aqui


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>