Pornografia na igreja, um mal muito maior do que imaginamos

porn
A pornografia é aquele assunto que muitos líderes evitam por pelo menos 2 motivos:

Primeiro: porque muitos desconhecem a gravidade de sua proliferação no meio da igreja, uma vez que quem a pratica dificilmente confessa o erro, por vergonha, ou por medo que sua fraqueza se torne algo público e vire tema de fofocas e críticas.

Segundo: muitos pastores se sentem desconfortáveis em ensinar sobre o tema com receio de transmitir a ideia de que eles próprios praticam desta forma, muitos preferem não discorrer sobre ela em seus ensinamentos como forma de alerta.

O certo é que a pornografia hoje é tema que tem que fazer parte da pauta de nossas reuniões, das sessões de aconselhamento e principalmente de nossos cultos de ensino, por causa da rapidez com que se alastra e também pelo estrago que faz na vida emocional, sentimental, espiritual e matrimonial das pessoas. Ela é um pecado que não está invadindo apenas a nossa sociedade… Ela está invadindo nossas igrejas… Ela está invadindo os cristãos e está destruindo as famílias e as relações com Deus. A pornografia hoje em dia está em toda parte. Pode ser encontrada em lojas de conveniência, videolocadoras e em canais fechados de TV, mas principalmente e com muita facilidade na internet.

Com o surgimento da internet e das redes sociais ela tem se espalhado rapidamente atingindo milhares de pessoas que logo se tornam viciadas. Geralmente os primeiros contatos acontecem por pura curiosidade e acabam gerando uma necessidade incontrolável de repetição e também de variação porque a pessoa que se torna escrava de pornografia é como o usuário de drogas. Ela necessita de formas cada vez mais diferenciadas e mais fortes para despertar excitação que vai se tornando cada dia mais exigente e necessitada de novas formas pornográficas. Há relatos de pais que se tornaram usuários de pornografia simplesmente pela mera tentativa de fiscalizar o que seus filhos estavam acessando na internet.

O primeiro contato de uma criança com a pornografia geralmente acontece logo aos 11 anos de idade. O avanço tecnológico trouxe com ele meios de relacionamentos eletrônicos como MSN e também a facilidade que qualquer criança encontra em acessar os sites do gênero onde pode encontrar bilhões de fotos e milhares de vídeos relacionados ao tema.

Os dicionários definem pornografia como literatura obscena ou exposição de poses sensuais e alguns a tratam até como uma forma de arte, mas na verdade ela é muito mais do que isso. Ela é a exploração comercial do sexo concebido para estimular a excitação sexual. Pornografia é projetado para uma finalidade … estimular a excitação sexual. O problema que se esconde atrás de tudo é que formas de excitação sem limites podem transformar as pessoas em verdadeiros monstros como acontece com os pedófilos e todo tipo de pervertidos sexuais que agem motivados por fantasias doentias de fundo sexual.

Segundo estimativas, nos Estados Unidos, 10 milhões de crianças ficam online todos os dias e multiplicam mais e mais amigos eletrônicos para bater papo e compartilhar fotos, vídeos e arquivos. Um estudo recente com aproximadamente 1500 crianças americanas com idades entre 10 a 17 anos, divulgou que uma em cada 4 crianças foi exposta indesejavelmente a algum tipo de imagem de pessoas nuas ou realizando atos sexuais. Uma em 33 recebeu um convite para práticas sexuais online, telefonar ou mesmo marcar um encontro.

Infelizmente a pornografia que é isenta de impostos no Brasil, é dona de uma grande fatia da internet e tem ganhado cada vez mais espaço, trazendo um efeito negativo, principalmente para jovens e adolescentes e muita preocupação para pais e educadores. Muitos líderes ainda não se despertaram e talvez nem saibam que a pornografia que entra silenciosamente na vida das pessoas já se tornou um epidemia quase incontrolável na igreja e está destruindo a vida espiritual e emocional de um grande número de crentes.

Dentre muitos, o principal impacto da pornografia entre jovens e adolescentes é o estímulo para a iniciação sexual que acontece cada vez mais precocemente e das formas mais erradas. O jornal A Folha de São Paulo publicou na edição de 05/09/2008 uma pesquisa que informa que usar a pílula do dia seguinte e fazer sexo com variação de parceiros são atitudes que fazem parte da vida de jovens de praticamente todas as classes sociais com idade entre 13 e 16 anos. Os pesquisadores ouviram 6308 alunos de escolas particulares descobrindo que 22% deles já perderam a virgindade e 19% afirmaram que já tiveram sexo com pelo menos 5 parceiros diferentes, 14 % tiveram relações com pessoas que conheceram pela internet e em média 25% iniciaram a vida sexual aos 14 anos.

Os modelos transmitidos por filmes, seriados, novelas e até mesmo pela publicidade são de infidelidade, sexo fácil, sexo grupal e constante troca de parceiros. A criança ou adolescente, uma vez que recebe essa informação distorcida do sexo tem a tendência de associar tudo aos seus relacionamentos sociais, passando a buscar o sexo apenas por mero prazer ou diversão momentânea sem nenhum compromisso e sem demonstrar qualquer tipo de sentimento ou intenção de comprometimento com o parceiro.

Iniciamos as pesquisas e começamos a escrever estes artigos no final de 2010 para o site Óleo Precioso e de lá para cá temos nos surpreendido a cada dia com a quantidade de Emails e depoimento de pessoas cristãs que desempenham funções de líderes, missionários e até de pastores pedindo ajuda para se livrarem do vício da pornografia. Muitos deles em seus Emails afirmam ter raiva de si mesmo e nojo do vício, mas pela facilidade que a pornografia consegue entrar nas casas nos dias de hoje, muitos deles não conseguem abandonar o vício.

A pornografia é um assunto extenso que traz uma infinidade de temas que a igreja precisa conhecer, por isso traremos uma série de artigos semanais sobre ela que vale a pena você acompanhar. Esses artigos agora estão sendo revisados e tendo o acréscimo de novas informações com o intento de ajudar aqueles que estão envolvidos e até profundamente viciados em pornografia.

Esta é uma série semanal de artigos sobre a pornografia.

Análise feita por: Pr. Adeneir Sousa de Oliveira.

Se você quer falar sobre esse assunto e receber ajuda nos envie um Email (Não precisa revelar seu nome) para atendimento@oleoprecioso.com


http://youtu.be/jcj-tbkIZYE



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>